A moradia inspirada pela Casa Passiva

Construída entre árvores fustigadas pelo vento e as dunas de uma zona protegida de Amagansett, no estado de Nova Iorque, esta moradia foi inspirada nas cabanas dos anos 50 e desenhada pelos princípios da casa passiva, que facilitam a ventilação natural através da orientação e a introdução de várias aberturas e persianas.

Localizada numa zona extremamente ventosa, a casa consegue tirar partido dos ventos e proteger o interior da luz excessiva. Para tal, os arquitectos da Bates Masi orientaram a sua fachada principal para a estrada, o sol da tarde e o vento prevalente.

As fachadas oeste e este têm janelas com aberturas ajustáveis, para permitir a ventilação natural. As persianas de lona ajudam a bloquear os ventos fortes de noroeste, permitindo, por outro lado, que a brisa de Verão de sudoeste penetre do interior da casa. E para além do seu papel em estabelecer a ventilação natural, as persianas são responsáveis pela privacidade da família, ajudando a encher o interior da casa de cheiros dos jardins aromáticos envolventes.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta