combustiveis fósseis

Começa hoje uma  Mobilização global pelo Desinvestimento nos Combustíveis Fósseis, promovida pela organização internacional sem fins lucrativos 350.org, à qual a Quercus se junta na divulgação deste apelo em Portugal. Até 13 de Maio o objectivo desta iniciativa é despertar consciências para este problema ambiental que está a destruir o nosso planeta.

Sendo conhecidos os crescentes impactos das alterações climáticas, bem como a relação entre o aumento de emissões de gases com efeito de estufa (GEE), como o dióxido de carbono e metano, e o aquecimento global do planeta, a Quercus reitera que é urgente travar o investimento nos combustíveis fósseis, como o petróleo, o carvão e o gás natural.

Em comunicado, a associação alerta que o problema está, no entanto, no financiamento das indústrias poluentes. “Muitos fundos de investimento aplicam os recursos financeiros dos cidadãos e das instituições em empresas de combustíveis fósseis, muitas vezes sem o sabermos. O investimento contínuo nesta indústria só perpetua os impactos das alterações climáticas.”

Mas qual as consequências que as alterações climáticas estão a ter no nosso país? O ano de 2016 é o exemplo perfeito: desde 1931 que não se registavam temperaturas tão elevadas, com o ano passado a ser confirmado como o mais quente da história. Ao mesmo tempo, há uma diminuição relevante da precipitação anual, o que é indicativo da possibilidade de períodos de seca mais longos e intensos no nosso país.

Também o nível do mar é motivo de grande preocupação para os ambientalistas em todo o mundo, com as estimativas a indicarem que só em Portugal o nível do mar irá aumentar cerca de 1 metro, o que provocaria danos incalculáveis.

Em colaboração directa com a 350.org, surge o vídeo oficial desta campanha, que poderá ver aqui. Também nas redes sociais o projecto está já a dar nas vistas, com um apelo aos cidadãos para que partilhem a mensagem, fazendo uso da hashtag #fossilfree.

Foto: via Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta