Vai uma cerveja geladinha feita a pensar nos vegans?

Imagine um dia de calor intenso, uma esplanada à beira mar e uma cerveja Guinness fresquinha a ser servida num copo estupidamente gelado. Parece-lhe bem, certo? Pois, se for adepto de uma alimentação vegan esta bebida estava, até agora, fora do seu leque de opções. Sim, leu bem, até agora.

Isto porque a mundialmente conhecida marca de cervejas com origem irlandesa mudou a forma como as suas cervejas são produzidas, passando agora a ser totalmente vegan. Mas fiquem descansados os grandes apreciadores desta bebida que a marca não mudou a receita. Nada disso! Apenas mudou o processo de filtragem.

Depois de anos e anos a usar ictiocola – gelatina feita da bexiga de peixes mortos- a marca avança agora com novos processos de filtragem que não envolvem a morte de peixes. E para que serve esta estranha substância? Acelera a filtragem, o clareamento e o refinamento da cerveja, e é usada frequentemente para retirar as partículas de fermentação alcoólica, conhecida na gíria como “mosto”.

Com esta mudança, os amantes de cerveja adeptos de uma alimentação vegan e vegetariana podem agora degustar esta bebida, cientes que nenhum animal foi maltratado durante o processo de produção.

A notícia foi partilhada há poucos dias pelas redes sociais.

Foto: via Creative Commons 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php