rECOLECTORES1

Sinal dos tempos, a procura de alimentos na natureza é uma das grandes tendências da gastronomia mundial. Não existe chef ou programa de culinária na televisão que não tenha feito já um especial sobre o tema, o que nos remete para um tempo mais antigo, quando a humanidade era essencialmente recolectora e comia o que podia apanhar.

E que tal fazer o mesmo?  Ficar atento ao que pode encontrar para comer no seu próximo passeio pela natureza? 

É certo que estamos muito longe desses tempos e sobretudo quem vive na cidade já não tem qualquer ideia do que será ou não um alimento comestível. Felizmente, a Quercus tem dois eco guias gastronómicos – em promoção no site da assoçiação – que podem dar uma ajuda fundamental a quem se aventure num passeio recolector. No primeiro pode encontrar as ervas silvestres comestíveis, enquanto no segundo livro estão compilados os frutos silvestres mais adequados à nossa alimentação.

Diz a associação que “estes livros são um contributo para colmatar a lacuna existente e dirige-se especialmente a quem busca uma alimentação mais natural, ajudando na identificação das ervas e frutos silvestres comestíveis, dando várias sugestões de propostas gastronómicas.”

Por isso esqueça os cogumelos, que podem ser muito perigosos, e esteja antes atento às ervas e frutos silvestres que pode recolher para fazer um upgrade à sua alimentação. Usufruindo do que a natureza nos pode dar, e em total sintonia com ela.

guia-ervas-frutos-silvestres-comestiveis

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta