bpi solidario1

Os prémios BPI Solidário, a entrar na segunda edição, distinguiram ontem 17 projectos na área do combate à pobreza e exclusão social, aos quais atribuíram uma quantia de 700 mil euros em dinheiro. No total, acabaram por atribuir mais 200 mil euros do que estava inicialmente previsto pelo regulamento.

É salutar que uma empresa desenvolva este tipo de responsabilidade social e, no caso do BPI, complementa o apoio já concedido com outros dois prémios, o BPI Capacitar e BPI Seniores, que no ano passado atribuíram (no conjunto dos três prémios) um donativo de 2 milhões de euros. A partir do fim deste mês (30 de Junho) abre também o período de candidaturas para a 8ª edição do Prémio BPI Capacitar –  para apoio a projectos que promovam a melhoria da qualidade de vida e a inclusão social de pessoas com deficiência ou incapacidade permanente. Já os vencedores do Prémio BPI Seniores serão conhecidos no início de Outubro.

As 17 instituições escolhidasestavam entre um total de 299 candidaturas, e foram eleitas por um júri que considerou terem as propostas “mais sustentáveis, mais inovadoras e com maior impacto social”. Eis a a lista das distinguidas:

Associação Vida Norte, ENTRAJUDA, Fios e Desafios – Associação de Apoio Integrado à Família, Associação Viver em Alegria, G.A.S. Porto – Grupo de Ação Social do Porto, Centro Social e Cultural da Paróquia do Divino Salvador de Real, Cruz Vermelha Portuguesa – Centro Humanitário Silves – Albufeira, Norte Crescente, Candeia, CHAPITÔ, Ajuda de Mãe, Comunidade Vida e Paz, Centro de Apoio Familiar Pinto de Carvalho, Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, SOLSIL – Associação de Solidariedade Social do Silveiro, Conselho Português para os Refugiados (CPR), Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Vide.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta