Caminha limpeza matas

A Câmara de Caminha vai abrir um concurso público para execução de uma rede de defesa da floresta contra incêndios. Trata-se de um investimento de mais de 500 mil euros para, tal como refere em comunicado,  “ir no sentido de reagir aos incêndios florestais e de prevenir situações futuras, quer em termos de ordenamento de território, quer em termos de acessibilidades”.

Na mente da presidência do Município estará certamente a tragédia de Pedrogão Grande, que não quer ver repetida no seu concelho.

A empreitada “orçada em 577.098 euros, será financiada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR) e consiste na instalação de uma rede de faixas de gestão de combustíveis – primária e secundária – planeadas no âmbito do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) e que abrange várias freguesias do concelho, numa área de 315,52 hectares”. A obra conta também aumentar a resiliência do território ao risco de incêndio, diminuir a área percorrida por grandes incêndios, criar oportunidades de apoio ao combate, alterar o regime de fogo do concelho e, ainda, a recuperação silvo pastoril.

Um bom exemplo para outros municípios e, naturalmente, para o governo português. 

Foto: Limpeza de mata no Mosteiro de S. João D’Arga/Câmara Municipal de Caminha

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta