eviation-alice1

No 52º Festival Aéreo de Paris-Le Bourget, que termina hoje, foi finalmente apresentado um avião eléctrico, com capacidade de ser comercializado muito em breve. A empresa, uma start up israelita, diz que terá protótipos a funcionar já no próximo ano e unidades para comercializar em 2020, o que é daqui a nada.

Mais, o Eviation Aircraft terá capacidade para transportar até nove passageiros, por uma distância de 1000 km, a 240 nós, 445 km/h. Será ainda um pouco mais lento do que os aviões tradicionais, mas não por muito. Ou seja, um voo de duas horas demoraria 2h20. Convenhamos que não é muito diferente.

O avião terá três motores, um na cauda e dois na ponta de cada asa. Estes dois motores darão tecnicamente uma eficiência aerodinâmica excelente e serão fornecidos ou pela inglesa Yasa ou pela alemã Siemens. Ou avião terá ainda de carregar 2,7 toneladas de baterias, o que parece realmente muito, mas é o necessário para atingir a autonomia desejada. Na verdade, 1000 km também não é imenso, sobretudo para uma cidade como Lisboa (não chegávamos a Barcelona), mas no centro da Europa ou dentro dos Estados Unidos liga uma série de cidades. Mesmo aqui seria óptimo para as pontes aéreas da TAP.

A empresa informa também que os preços serão bastante competitivos, em linha com os bilhetes de comboio, o que abre novas potencialidade para o futuro da aviação e o seu impacto no planeta. Pela primeira vez.

 eviation 2

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta