Coal Museum

No estado do Kentucky, nos EUA, o Coal Mining Museum está a instalar painéis solares no telhado. Quando pensamos em empresas ou instituições que aderem às energias renováveis, o primeiro exemplo que nos vem à cabeça não é com toda a certeza um museu dedicado ao carvão. E se há qualquer coisa de irónico nesta situação, a verdade é que todos aplaudem a iniciativa.

Construído em 1994, este museu é preenchido com relíquias do passado de mineração de carvão, incluindo ferramentas, fotografias antigas e um bloco de carvão de duas toneladas. No seu auge, Benham tinha cerca de 3.000 habitantes, até que os empregos da indústria do carvão começaram a desaparecer, e a pequena cidade viu-se reduzida a uma população de apenas 500 pessoas. A decisão de aderir às energias renováveis está repleta de simbolismo, no entanto esta deve-se, sobretudo, a questões financeiras. É que a Southeast Kentucky Community and Technical College, proprietária do edifício, pretende economizar cerca de dez mil dólares por ano em custos de energia com a aposta solar.

Foto: Kentucky Coal Mining Museum

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta