Presidência_do_Politécnico_do_Porto

O projecto foi desenvolvido no Instituto Politécnico do Porto e partiu de um desafio lançado pela Silampos, a empresa portuguesa de utensílios de cozinha e de mesa. O desafio: inventar uma máquina especial que lavasse a loiça em meia dúzia de minutos, recorrendo à tecnologia de ultrassons e electrónica. No fundo, tecnologias já existentes noutras áreas, mas aplicadas aqui pela primeira vez. Também por esse motivo será muito mais fácil passar do projecto à prática e apresentar um modelo comercial. 

O projecto será apresentado na Porto Design Factory, que arranca hoje no Porto. Um evento destinado precisamente a revelar projectos inovadores que devem entrar no mercado na próxima década.

Segundo Rui Coutinho, coordenador da Porto Design Factory citado pela Agência Lusa, esta solução “de lavagem de loiça a partir de técnicas relacionadas com ultrassons e com electrónica permite reduzir substancialmente o tempo de lavagem da loiça, melhorar esse processo e torná-lo mais ecológico, poupando água e retirando todo e qualquer detergente químico”. Por ‘substancialmente’, entenda-se seis minutos.

Foto: Instituto Politécnico do Porto/ WikiCommons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta