parque polonia 3

Geralmente os países pretendem candidatar as suas áreas a Património Mundial da Humanidade da UNESCO, mas o ministro Jan Szyszko, da Polónia, pretende fazer precisamente o contrário, e retirar a floresta de Białowieża dessa lista. Para perder o estatuto de área protegida e para que possa ser assim explorada com fins económicos. O mais grave é que Jan Szyszko tem a pasta do Ambiente e Białowieża  – e o seu parque natural – é uma das últimas grandes áreas de floresta primária da Europa que chegaram aos nossos dias. Uma sobrevivente das florestas que cobriam a maior parte do continente há praticamente 10 mil anos.  Aqui podem encontrar-se espécies de plantas e animais únicas, para além de servir de casa para o maior mamífero do continente, o bisonte europeu.

Numa atitude claramente contrária ao que devia ser o seu mandato, o ministro refere que “A floresta recebeu o estatuto de Património Natural da Humanidade ilegalmente, e sem consulta prévia das populações locais.” Tal como se pode ler no comunicado que pretende justificar a queixa junto da Procuradoria Geral da Polónia. Para Szyszko, a floresta não poderia pertencer ao mesmo tempo à lista da UNESCO – que, tendo declarado Património Natural, impede a intervenção humana – e à rede Natura 2000 da União Europeia – que a permite.

parque polónia 1

Um argumento que a ser verdade teria os mesmos efeitos em Portugal, já que a Laurissilva da Madeira pertence igualmente às duas zonas de protecção.  

O governo polaco autorizou já o corte de árvores, alegando que o fazia para proteger a área de fogos e de um parasita, mas tanto cientistas, como ecologistas, como a própria Comissão Europeia já vieram dizer que a justificação não passa de uma cobertura para autorizar uma prática económica que é ilegal, até ao abrigo da rede Natura 2000, como defende o governo polaco. Nesse sentido, a EU já avisou que irá recorrer aos tribunais para impedir o abate e vários activistas polacos, sobretudo da Greenpeace, têm procurado impedir esse corte acorrentando-se aos equipamentos.

parque polonia 2

É impressionante como pode um ministro do Ambiente colocar em risco uma das últimas grandes áreas de floresta primária da Europa.

Foto: Creative Commons

Deixar uma resposta