melga

Há quem seja sempre picado. Independentemente do lugar, da hora ou da companhia, são os  escolhidos, um íman para tudo o é mosquito ou melga. “Tipos Altamente Desejáveis” chama-lhes Jonathan Day, professor de de Entomologia na Universidade da Florida.

Entomologia é a especialidade da biologia que estuda os insectos e relações com o meio-ambiente, homens, animais e as plantas.

Às vezes as picadas são uma chatice, uma bolha e muita comichão, mas por vezes podem trazer algo mais grave: Zika, malária ou dengue são apenas algumas das doenças transmissíveis por picadas de mosquito.

O professor Day diz que os mosquitos são atraídos sobretudo pela visão e olfacto, o que não será assim muito surpreendente (não somos todos?) mas com base nesse factor, elaboraram  uma lista com os 7 itens que mais interferem. Em alguns não se pode fazer nada, mas noutros podemos sim tornar-nos um pouco menos atraentes.

1 Roupa

Se os mosquitos usam a visão para definir o alvo, usar cores escuras (preto, azul, encarnado) é meio caminho andado para os atrair, sobretudo ao final do dia.

2 Tipo de Sangue

As melgas picam-nos porque precisam de uma proteína presente no sangue para produzir ovos. Por isso atacam tudo o que tenha uma pulsação. Dito isto, sabe-se que gostam muito mais de pessoas com sangue do tipo O do que do tipo A. Os B estão no meio. Além disso, cerca de 85% das pessoas segregam uma toxina que informa os mosquitos do tipo de sangue. E as melgas atacam sempre essas pessoas mais, independentemente do tipo de sangue. Por isso, se é um dos 85% e tem sangue O, parabéns(!), saiu-lhe a sorte grande.

3 CO2

Os mosquitos podem cheirar dióxido de carbono a 50 metros de distância, por isso quanto mais exalarmos, mais atraímos. E as pessoas grandes produzem mais do que as pequenas. Além disso, exalamos pela boca e nariz, o que explica a atracção pela nossa cara os zumbidosà nossa volta.

4 Calor e transpiração

 Os mosquitos não cheiram só dióxido de carbono, cheiram acido úrico, láctico, amoníaco e mais uma série de componentes presentes no nosso suor. Por isso o melhor é ficar quieto, ao pé do frigorífico.

5 Pele

A quantidade e o tipo de bactérias presentes na nossa pele também assume um papel importante. Certas bactérias ou fauna podem ser mais ou menos atraentes, e é por isso, dizem os investigadores, que os mosquitos são mais atraídos pela zona dos tornozelos e dos pés.

Gravidez

Mulheres gravidas são, provavelmente as últimas a querer atrair mosquitos, mas, infelizmente é isso mesmo que acontece. Porque exalam mais CO2 e porque a sua temperatura corporal é mais alta, duas características, como já vimos, muito atraentes. Um estudo em África provou que as gravidas têm o dobro de hipóteses de contrair malária.

Cerveja

Parece que as melgas gostam de cerveja. E não conhecem o lema: “se beber não voe”.A explicação poderá estar no aumento de temperatura e nível de etanol no suor de quem bebe, embora os cientistas não estejam ainda 100% seguros. Só sabem que quem bebe cerveja atrai mais melgas. Se calhar é mesmo porque gostam. Por outro lado, estas melgas ficam muito mais fáceis de apanhar…

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta