passadeira

Adeus lombas. Olá sistema inteligente que também reduz a velocidade dos automóveis sem estragar a suspensão e ainda por cima produz energia renovável! Chama-se Pavnext e foi inventado por Francisco Duarte, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), e venceu o prémio BIG Smart Cities 2017.

O Pavnext (Pavement Energy Efficient Extractor) está para as tradicionais lombas na estrada como um TGV está para uma locomotiva a vapor. Ou seja, anos luz à frente. Trata-se de um equipamento para aplicar na estrada que extrai a energia cinética aos veículos e, consequentemente, reduz a velocidade de circulação, sem qualquer intervenção do condutor nem causar qualquer impacto no veículo. É excelente para aplicar em locais onde é necessário circular a baixa velocidade, como na aproximação a passadeiras, rotundas ou escolas. A energia extraída é depois convertida em energia eléctrica, sem emissões associadas. E pode ser utilizada off grid, para iluminar a via pública, passadeiras, sensores ou semáforos, ou injectada na rede eléctrica. O Pavnext gera também dados de tráfego e velocidade em tempo real, assim como de energia gerada e consumida, que podem ser utilizados para optimizar os consumos em tempo real.

Venceu a edição deste ano do BIG Smart Cities 2017, uma competição nacional de empreendedorismo  que este ano se realizou em Cascais. Francisco Duarte recebeu assim acesso à cidade experimental de Cascais, para poder testar o piloto desta solução tecnológica, bem como um prémio de 10 mil euros. Que nos parece serão apenas os primeiros euros de uma solução que vai merecidamente longe.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta