A história do monge que se tornou magnata

Andy Puddicombe passou dez anos da sua vida no Tibete e na Índia como monge budista. A meditação foi para ele tão libertadora que um dia decidiu partilhar essa experiência com o mundo. Fê-lo através de uma app cujo sucesso o tornou rico. Agora quer repetir a façanha, mas com crianças.

Tinha pouco mais de 20 anos quando um dos seus melhores amigos morreu num acidente. O choque abalou-o tanto que procurou refúgio na meditação de que já tinha algumas noções. Isso e o contacto com uma amiga budista levou-o a tomar a decisão da sua vida: fez as malas e foi para a Ásia, onde se tornou monge budista.

Essa experiência foi boa demais para a guardar só para si, por isso decidiu lançar uma app, a Headspace, que ensina a meditar. O sucesso foi tão grande que Andy Puddicombe se tornou um homem rico. A sua app está avaliada em 30 milhões de euros, foi descarregada em 150 países e tem seis milhões de subscritores.

Esta receptividade animou-o a lançar uma app só dirigida a crianças, a Headspace for Kids. O seu objectivo é contribuir para que a depressão e a ansiedade, cujos casos têm aumentado entre crianças, possa regredir entre os mais pequenos, com a sua ajuda.

Foto: Wiki Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php