A Marinha chamou-lhe um caso inédito. No tamanho do grupo de golfinhos que decidiu aparecer de visita e no tempo que demoraram: “Não há memória de uma visita semelhante por um grupo tão alargado de golfinhos e durante tanto tempo” disse a instituição em comunicado.

Foram cerca de 20 golfinhos que decidiram fazer “uma visita muito especial ao local, procedendo a uma revista geral” aos navios ali atracados”, continuou o gabinete da Marinha.

A visita começou na quarta de manhã e a Base Naval de Lisboa, ou do Alfeite, é a principal base da Marinha Portuguesa, onde atracam todos os grandes navios ao serviço da armada. E os golfinhos são reconhecidamente animais curiosos.

golfinhos alfeite1

Recorde-se que o avistamento de golfinhos no Tejo tem sido mais frequente nos últimos anos. Continua a não existir nenhuma colónia no rio, essa desapareceu nos anos 1960 e a única colónia num estuário em Portugal situa-se no Sado, mas como os níveis de poluição no Tejo baixaram houve um regresso de algumas espécies de peixes, de que os golfinhos se alimentam.

Foto Marinha Portuguesa

Deixar uma resposta