Inundações na Índia, Bangladesh e Nepal provocam mais de 1200 mortos

Cheias Mumbai

Enquanto as inundações na área de Houston atraem atenção de todo o mundo, um desastre de proporções gigantescas afecta o sul da Ásia.  As chuvas torrenciais das monções já mataram mais de 1200 pessoas na Índia, Nepal e Bangladesh. As Nações Unidas calculam que 41 milhões de pessoas foram directamente afectadas pelas inundações e deslizamentos de terra resultantes deste fenómeno sazonal, que costuma ocorrer entre Junho e Setembro.

Segundo o divulgado nos últimos dias por diversos meios de comunicação, os três países estão a braços com uma situação caótica, uma vez que as chuvas diluvianas continuam e não há previsão de que parem em breve. 

Milhões de pessoas ficaram desalojadas na sequência das inundações, que já são consideradas as piores das últimas décadas. Segundo as Nações Unidas, estas as monções deste ano são mesmo as piores da década em todo o Sul da Ásia.

O maior número de vítimas ocorreu na Índia, onde centenas de vilas foram totalmente arrasadas. As equipas de resgate têm dificuldade em auxiliar os sobreviventes, com a subida dos níveis dos rios a afectou várias infraestruturas, como estradas, hospitais e rede eléctrica, deixando isoladas muitas áreas, onde não chegam alimentos e meios de socorro.

Segundo o noticiado pela Aljazeera, esta terça-feira, Mumbai, a capital financeira da Índia, com 20 milhões de habitantes, ficou totalmente paralisada. Em menos de 12 horas, choveu o o equivalente a 11 dias de chuvas consecutivas. Por sua vez, de acordo com o The New York Times, as chuvas já deixaram mais de um terço do território do Bangladesh submerso.

Foto: via Facebook

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php