Maior iate do mundo recolhe plástico dos oceanos

rev1

Quando pensamos em mega-iates imaginamos ultra-ricos a passear por locais paradisíacos, lanchas, piscinas, jacuzzis e todas as comodidades da vida moderna. Mais um batalhão de empregados sempre atentos para satisfazer qualquer capricho.

Mas este mega-iate de 182 metros não podia estar mais longe dessa realidade. Foi contruído para ajudar a preservar os oceanos, realizar expedições científicas e recolher o máximo de plástico do mar que conseguir – e consegue até 5 toneladas por dia. Foi baptizado de Research Expedition Vessel, ou VER.

O seu dono é o norueguês Kjell Inge Røkke, actualmente com uma fortuna estimada em 2,6 mil milhões de dólares, onde cada um foi ganho com muito trabalho e suor, numa vida sempre dedicada ao mar e à pesca. Agora, quer retribuir um pouco de tudo o que o oceano lhe deu.

A embarcação está equipada com duas gruas gigantes, laboratórios de pesquisa, auditório de conferências, dois heliportos, drones aquáticos e aéreos, e um pequeno submarino. O navio pode albergar até 60 cientistas e 40 tripulantes, embora também possa realizar cruzeiros de lazer, sempre com a perspectiva ambientalista em mente. Neste caso pode receber até 36 convidados a bordo.

E como foi desenhado com um centro de pesquisa de alterações climáticas e de poluição, toda a construção foi pensada para minorar o impacto ambiental, com motores híbridos e toda uma parafernália de soluções renováveis e de reaproveitamento. O navio deverá estar 100% operacional em 2020, mas quanto antes melhor.

rev 2

Foto: Research Expedition Vessel

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php