O maior centro de dados alimentado a energias renováveis

kolos 1

Graças a uma parceria americana e norueguesa nasceu a Kolos, uma empresa decidida a diminuir o impacto ecológico do mundo virtual no planeta. Para tal está a ser projectada a construção na Noruega do maior centro de dados do mundo, exclusivamente alimentado a energias renováveis.

É fácil esquecermo-nos que a internet também tem um impacto ecológico. Mas toda a informação difundida no mundo virtual tem de estar guardada em algum lugar. Para isso existem os centros de dados de grandes dimensões que armazenam nos seus servidores toda a informação que alimenta a nossa vida online. Para mantê-los é preciso um grande consumo de energia.

A pensar neste problema surge agora a Kolos, a empresa que está apostada em diminuir o impacto ecológico da web através do seu projecto para o maior centro de dados do mundo. A sua localização, perto do círculo do Árctico só por si vai reduzir os custos de refrigeração. Os materiais e o desenho do edifício foram escolhidos com cuidado de modo a que se confunda com a paisagem, diminuindo o eventual choque visual que uma construção destas dimensões poderia causar.

Para os seus consumos energéticos, este centro de dados irá extrair a energia dos ventos fortes que existem habitualmente na região, bem como de uma central hidroelétrica. Com isto os custos podem ser reduzidos até 60%.

Embora tanto a Microsoft como a Google já tenham pequenos centros de dados de baixo impacto ecológico, nenhum deles é tão ambicioso como este que está a ser planeado pela Kolos e desenhado pelo estudo de arquitectura e engenharia HDR. 

kolos2

Foto: HDR

 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php