ONG “recicla” produtos invendáveis levando-os a quem precisa

produtos invendáveis

Há milhões de produtos que por diversos motivos são rejeitados sem chegar ao mercado. Por defeito na embalagem ou interrupção de stock, os “invendáveis” acabam por morrer em armazéns de onde não voltam a sair, ou na reciclagem. Atenta a esta realidade, uma empreendedora espanhola lançou a ONG Acompartir, que distribui esses produtos por organizações de solidariedade social.

Leticia López, uma jovem licenciada em Gestão Empresarial, apercebeu-se desta realidade quando trabalhava numa empresa que tal como as 69 que hoje a fornecem de “invendáveis”, rejeitava muitos produtos próprios para consumo, mas que não cumpriam os requisitos para ser comercializados. Daí a lançar a Acompartir foi um passo.

A ONG foi criada há cerca de três anos e desde então já recuperou seis milhões de “invendáveis”, que distribuiu pelas 223 ONGs com que trabalha. Letícia gosta de dizer que a Acompartir “ é um banco de alimentos, mas sem comida”. Na verdade esta ONG só trabalha com produtos não perecíveis como cosméticos e produtos de higiene, o tipo de artigos que não sendo para alimentação também são de primeira necessidade.

Muito rigorosa a seleccionar as entidades com quem trabalha, a Acompartir conta entre as suas parceiras com organizações tão prestigiadas como a Cáritas. Reconhecida como um caso de sucesso, esta ONG espanhola conseguiu aliar sustentabilidade ambiental a solidariedade social, um autêntico 2 em 1.

Foto: Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php