cerveja

Comemora-se hoje o Dia Internacional da Cerveja. Sim, também não sabíamos que isso existia. Mas é uma boa desculpa para beber uma cerveja estupidamente gelada e, claro, tomar alguns cuidados para proteger o ambiente.

Este ano o dia assume especial destaque porque o consumo está em alta. É provável que atinja mesmo o maior crescimento da última década. Mas mais consumo é sinónimo de mais resíduos, por isso é fundamental darmos um bom destino às cervejas que bebemos. Sim?
Aqui ficam alguns conselhos dos maiores especialistas na matéria em Portugal, a Sociedade Ponto Verde:

  • Bem fresquinha e em garrafa de vidro é como a cerveja sabe melhor, mas, no final, não se esqueça de colocá-la no ecoponto verde. Desta forma, o vidro das garrafas está perfeitamente preparado para ser fundido juntamente com frascos e boiões e dar vida a novos recipientes.
  • Se a brincadeira acabou mal e partiu um copo, lembre-se: este não deve ir para o ecoponto verde. O tipo de vidro e a sua composição é diferente do vidro de embalagem, por isso não deve ser colocado no ecoponto verde, para não comprometer o restante vidro reciclado.
  • Se a cerveja veio numa lata, deposite-a no ecoponto amarelo. Não é necessário lavá-la, uma vez que esta irá passar por uma fase de limpeza durante os processos industriais de reciclagem. Escorra bem o conteúdo e espalme a lata, para ocupar menos espaço e, consequentemente, diminuir o número de deslocações ao ecoponto.
  • O vidro e o metal podem ser reciclados eternamente, por isso, não há limite ao número de vezes que essa garrafa ou lata de cerveja voltará a ser útil.
  • Se a imperial – ou fino – lhe for servido num copo de plástico, lembre-se de o colocar para reciclar no ecoponto amarelo. O plástico também merece uma nova vida.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta