steve_jobs_theater

“Adoro ouvir a sua voz e a sua mensagem inspiradora”, começou por dizer Tim Cook, o actual presidente executivo da Apple, numa apresentação especial que celebrava o décimo aniversário do iPhone. A par das novidades tecnológicas (iphone X, 8, 8S, Apple Watch Series 3 e iOS 11), o evento foi marcado pela inauguração do Steve Jobs Theater, junto à nova sede da Apple, em Cupertino, na Califórnia.

“O Steve devia inaugurar este anfiteatro. Ele significa tanto para mim e para todos nós. Não há um dia em que não pensemos nele. A filosofia de vida do Steve será sempre o ADN da Apple”, disse, visivelmente emocionado. 

Ainda ninguém tinha visto o interior do auditório, onde decorreu a apresentação. Com capacidade para 1.000 lugares, o teatro é formado por painéis de vidro maciços, escadarias em mármore e um telhado metálico de fibra de carbono. Minimalista, é quase um santuário zen, com grande atenção ao detalhes e ao design, como é habitual na Apple.

O Apple Park é um dos edifícios mais eficientes do mundo, explicou Tim Cook, numa breve apresentação. “Foi construído para reflectir os valores da Apple, no que diz respeito à tecnologia e ao ambiente”. Construído à medida dos sonhos do seu criador – que apresentou o projecto numa reunião com o Conselho da Cidade de Cupertino, a 7 de junho de 2011, pouco tempo antes de morrer, vítima de um cancro no pâncreas – tem mais de 260 mil metros quadrados de área, é composto por um edifício circular em formato de nave espacial com os pilares escondidos atrás das paredes, e um parque de estacionamento de quatro andares. E todo o edifício é alimentado a 100% por energia renovável.  

“A visão de Steve para a Apple foi muito além de seu tempo connosco. Ele pretendia que o Apple Park fosse o lar da inovação para as gerações vindouras”, por isso, além de arquitectos de excepção – Foster + Partners -, Steve recorreu aos melhores arquitectos paisagistas e especialistas em arboricultura vindos Stanford para planear cuidadosamente a forma como seriam plantadas as 9.000 árvores que circundam o campus (com um total de 700 mil , recriando uma experiência que Jobs procurou trazer de seus longos passeios na Califórnia rural. Tudo para que o novo local de trabalho pudesse ele mesmo inspirar as pessoas e a sua criatividade e, principalmente, ser um local amigável ao meio ambiente.

O Apple Park inclui um espaço para receber visitantes, uma cafetaria e uma nova loja Apple, que “é mais do que um lugar para vender, pretende ser um lugar para ensinar, inspirar e ligar as pessoas”, disse Angela Ahrendts, vice-presidente da Apple, durante a apresentação. “Chama-mos às nossas lojas TownSquares, porque servem para reunir as pessoas”. 

Foto: Apple

 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php