Cães selvagens fazem assembleias e até votam

cães selvagens

O mabeco (Lycaon pictus), também conhecido como cão-selvagem-africano, é uma espécie de canídeo selvagem que vive em zonas de savana e vegetação esparsa em países como a Namíbia, o Zimbábue e o Botswana. Tal como acontece noutras espécies, os mabecos caçam em grupo e têm líderes que, depois de capturarem a presa, conquistam a hierarquia que lhes permite alimentarem-se em primeiro lugar. Acontece que estes animais, considerados os canídeos mais sociáveis, desenvolveram um sistema muito peculiar para impedir o poder absoluto dos membros dominantes do grupo. Ou seja, apesar de existir um chefe da matilha, ele não pode tomar decisões sozinho: todos votam para decidir se aquele é, ou não, o melhor momento para partir em caçada.

Botswana Predator Conservation Trust monitorizou exaustivamente 68 desses encontros, em cinco grupos diferentes, para chegar a uma conclusão que lhes pareceu “inacreditável”. Os mabecos reúnem-se em assembleia e através de reuniões “altamente ritualizadas”, votam para decidir se devem partir ou ficar mais tempo naquele local.

Mas de que forma? Através de uma espécie de “espirros”. O que durante muito tempo pareceu um mero acaso, foi identificado agora como um sinal de votação, por um grupo de zoólogos de três universidades (University of New South Wales, da Austrália, da Brown University, dos Estados Unidos, e da Swansea University, no Reino Unido) que têm vindo a estudar estes animais na Reserva Moremi, no Botswana. Reunidos numa espécie de assembleia, os cães selvagens expiram ar dos narizes como se fosse um espirro. E os investigadores descobriram que, cada vez que fazem esse movimento, significa que estão a posicionar-se a favor da caçada.

“Descobrimos que a probabilidade de sucesso de uma reunião aumenta conforme ao lugar hierárquico de quem a inicia, e exige-se mais espirros de cães posicionados numa hierarquia inferior para que tenham sucesso”, afirmam os autores do estudo publicado na revista científica Proceedings of the Royal Society B

Foto: Wiki Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php