Bacias hidrográficas novamente com baixos níveis de armazenamento de água

Os dados hoje divulgados pelo Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH) confirmam o que já se esperava: a quantidade de água armazenada em todas as bacias hidrográficas de Portugal Continental, durante o mês de Setembro, foi inferior ao registado no mês de Agosto.

Das 60 albufeiras monitorizadas pelo Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos apenas três revelaram disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total. Os mesmos dados mostram ainda que 23 bacias têm disponibilidades inferiores a 40% da sua capacidade.

Quando se compara os valores agora conhecidos com os valores médios de referência, (1990/91 a 2015/16) conclui-se que na grande maioria das bacias hidrográficas nacionais os níveis de armazenamento são inferiores. Arade, Ave e Cávado/Ribeiras Costeiras surgem como as únicas excepções a esta tendência. O Cávado, regista 62,1% da sua capacidade, o Ave de 56,8% e o Arade 45,2%.

Os números indicam ainda que o Sado apresenta um armazenamento de 18,2% em oposição a uma média de 42,6%. No Oeste, a percentagem indicada no SNIRH é de 43,6%, no Lima 51,4% e no Mondego 52,5%, enquanto o Mira tem 55,9%.

Foto: via Creative Commons

 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php