Deixar lixo na praia pode dar “multa a sério”

A hipótese foi admitida hoje por Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar: deixar lixo nas praias pode, em breve, dar direito a multa “a sério e cobrada na altura”. À margem da Conferência Our Ocean, a ministra admitiu a necessidade de implementar medidas que corrijam o (mau) hábito de deixar lixo no areal depois de um dia de praia.

Em causa está a necessidade de proteger o nosso património natural, em risco pela cada vez maior quantidade de resíduos plásticos que poluem os mares e oceanos de todo o mundo. Portugal não escapa a este flagelo ambiental, com a ministra a admitir que este é um problema que levanta grandes desafios a governos e instituições mundiais.

Para Ana Paula Vitorino o combate à poluição por resíduos plásticos nos oceanos “exigirá um grande esforço de mudança de hábitos de desperdício e de recuperação de hábitos como a compra de produtos a granel, dispensando sempre que possível as embalagens”.

“Poderá haver quem pense que tal tipo de medidas é atentatório da liberdade individual, mas eu penso que a maioria dos portugueses pensará que serão medidas de protecção do nosso património natural”, declarou a Ministra do Mar.

As últimas estimativas apontam que por ano chegam aos oceanos cerca de 10 mil toneladas de resíduos plásticos. 2050 é mesmo já apontado como o ano em que a quantidade de lixo irá superar o número de peixes nos oceanos.

Até sexta-feira ministros, instituições, organizações não-governamentais, empresas e cientistas, de 61 países, estarão reunidos em Malta para debater o futuro dos Oceanos na Conferência Our Ocean 2017.

Foto: bandeiraazul.abae.pt

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php