Deshawn Henry, um estudante de Engenharia Civil da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, criou uma lente solar capaz de filtrar água. O sistema é barato e, de acordo com o jovem, tem o potencial para ajudar as comunidades com menor acesso a água potável.

Deshawn Henry utilizou materiais baratos de uma loja de hardware para chegar à sua invenção: o resultado foi um equipamento capaz de filtrar 99,9% das impurezas de um litro de água em cerca de uma hora.

A lente aumenta a luz solar e aquece um litro de água a uma temperatura suficiente para filtrá-la. À medida que o Sol muda de posição no céu, o recipiente de água precisa ser ajustado a fim de ficar no ponto focal da lente. O processo de aquecimento elimina os agentes patogénicos presentes na água, deixando-a limpa e potável.

A ideia de Henry poderá ter potencial para ajudar a população de países menos desenvolvidos, sobretudo em África e na Ásia, uma vez que os tratamentos de água são caros. Mais de mil milhões pessoas em todo o mundo não têm acesso à água limpa, o que leva à morte de uma criança com menos de 5 anos a cada minuto.

O próximo passo do jovem norte-americano é criar uma lente maior, que conseguirá limpar uma quantidade maior de água, e tornar o equipamento mais eficiente: é que filtrar um litro de água por hora não é suficiente para dar vazão à procura de uma família de cinco pessoas.

Deixar uma resposta