Human Rights Watch denunciou expulsão de refugiados pela Jordânia

A organização de defesa dos direitos do homem Human Rights Watch (HRW) acusou a Jordânia de estar a proceder à “expulsão sumária” de refugiados sírios para a Síria, mesmo sabendo ao perigo a que os sujeitam.

O director da HRW para os direitos dos refugiados, Bill Frelick, denunciou num relatório agora divulgado que a Jordânia, indiferente aos riscos a que os refugiados sírios se sujeitam no seu país natal, tem expulsado compulsivamente de forma sumária vários grupos que tem chegado ao país.

De acordo com esta organização, as autoridades jordanas expulsaram cerca de 400 refugiados nos primeiros cinco meses desde ano. “Entre eles há famílias inteiras”, lamenta a HRW.

Segundo estes observadores, as expulsões colectivas aumentaram desde que as forças de segurança jordanas foram alvo de ataques reivindicados pelo Daesh.

 Foto: Facebook_Amigos_de_Irak

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php