ICNF anda na “caça” à raposa

O animal anda à solta, na zona de Cabanas de Tavira, em pleno Parque Natural da Ria Formosa. Está ferido, e por isso o ICNF quer encontrá-lo, mas até agora não teve sucesso.

Fugidia e astuta por natureza, a raposa que foi vista a vaguear em Cabanas de Tavira não se deixa apanhar. Quem a viu diz que o animal está ferido e muito magro.

O objectivo das autoridades é levá-lo para o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens que existe na Quinta de Marim, em Olhão. As buscas estão a ser feitas pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e pelo Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR.

A principal preocupação das autoridades é que a raposa possa ser portadora de raiva. Na eventual de se poder estar perante um caso relevante de saúde pública, o ICNF e a GNR já pediram à população local para não se aproximar, caso o animal seja avistado.

Foto: Alberto / flickr 

Patrocinadores

css.php