Na Colômbia os indígenas wayúu ganharam acesso a água

Era apenas um exemplo entre muitos, mas valia como referência de uma situação humanamente insustentável. Os indígenas wayúu, na Colômbia, estavam entre os povos que para ter acesso a água tinham muito que penar. Até que mudou tudo.

Na zona desértica de Alta Guajira, na Colômbia, havia milhares de pessoas que tinham de percorrer muitos quilómetros para conseguir um bem tão essencial como a água. Vivendo no meio do nada, em média demoravam cinco horas a chegar ao poço mais próximo.

Mas, conforme revela uma reportagem do jornal espanhol El País, o trabalho concertado entre os governos locais, o Banco Mundial, e diferentes operadores especializados em abastecimento de água, pôs fim ao martírio.

Criaram-se oito reservatórios que armazenam a água da chuva sempre que ocorre precipitação, e que passaram a constituir novos pontos de abastecimento, muito mais próximos dos povoados. Foi um pequeno passo ao nível infra-estrutural, mas um avanço gigante para aquele povo em termos de qualidade de vida.

Foto: via Creative Commons 

Patrocinadores

css.php