Durante a última década, o número de portugueses que adoptou o regime vegetariano subiu de 30 mil para 120 mil, segundo um estudo agora publicado.

Divulgado pelo Centro Vegetariano, um estudo realizado pela consultora Nielsen revela que entre 2007 e 2017, cerca de 1,2% da população portuguesa, mudou o seu regime alimentar para o vegetarianismo. Segundo esta pesquisa, metade destas pessoas são veganas, ou seja, não comem carne, peixe, ovos ou lacticínios.

Através da Bielsen soube-se também que a maioria dos aderentes ao vegetarianismo são mulheres ou jovens adultos. Este nicho concentra-se, de acordo com a consultora, nos centros urbanos, principalmente na área da Grande Lisboa e Litoral Norte.

O inquérito realizado pela Nielsen inclui ainda dados importantes sobre a evolução dos hábitos alimentares da população em geral. Refere, por exemplo, que o consumo frequente de carne e de peixe reduziu-se de 79% para 77% e de 76% para 70%, respectivamente e que 5% da população exclui da sua dieta uma das categorias alimentares tradicionais: carne, peixe, lacticínios ou ovos.

Foto: via Creative Commons 

Deixar uma resposta