Uma floresta flutuante num navio centenário

uma floresta diferente

 

Foi na baía de Homebush, em Sydney (Austrália), que muitos dos navios australianos do século XX acabaram os seus dias, abandonados. Um deles, o SS Ayrfield, é hoje uma atracção turística pela quantidade de flora que lá foi crescendo. Os locais, aliás, chamam ao manguezal que tomou conta do navio centenário a floresta flutuante.

Durante décadas, SS Ayrfield serviu de navio de transporte, mas foi na Segunda Guerra Mundial que ele se tornou conhecido, ao transportar mantimentos para as tropas americanas estacionadas no Oceano Pacífico.

O navio foi levado para a baía de Homebush em 1972, para ser desmantelado, mas os anos foram passando até que, um dia, o local deixou de ser cemitério de Navios. Ainda assim, o SS Ayrfield acabou por ficar esquecido naquelas águas, juntamente com outros navios usados na guerra de 1939-1945.

Hoje, a baía de Homebush acolhe, entre outros, o Estádio Olímpico de Sydney. Muitos dos turistas, porém, ainda são atraídos para a área devido à floresta flutuante. E que visão ela nos dá.

Patrocinadores

css.php