São 26 municípios portugueses e galegos, todos banhados pelo Rio Minho, que vão investir cerca de 3 milhões de euros em dois projectos transfronteiriços – “Visit Rio Minho” e “Smart Minho”, anunciados hoje.

O mais importante, até pelas verbas envolvidas – dois milhões de euros – será o “Visit Rio Minho”, que assenta no conceito “dois países, um destino” e pretende aproveitar as potencialidades Rio Minho como destino eco-turístico de excelência, atraindo turistas e criando emprego. Para tal  “serão realizadas acções conjuntas de preservação e valorização do rio Minho transfronteiriço, até porque”, continua o comunicado citado pela agência Lusa, “trata-se de um dos territórios mais interessantes a nível europeu por ser a zona de fronteira com maior percentagem de área protegida e classificada, a nível nacional e uma das maiores da Europa”.

Já o projeto “Smart Minho”, com um investimento superior a 900 mil euros, vai apostar na cooperação institucional entre os 16 municípios galegos e os 10 do Alto Minho criando um Plano Urbano de Mobilidade Sustentável que passa “pela criação de uma linha de transportes públicos a ligar as cidades de Vigo e Tui, na Galiza, a Valença e Viana do Castelo, no Alto Minho”.

Foto: Creative Commons

Deixar uma resposta