Britânica com pau de selfie, calções e sapatilhas tenta escalar montanha de 1.345 metros

Ben Nevis: bela e perigosa

Sarah Albone, aventureira de 28 anos de Brighton, Reino Unido, foi resgatada por um grupo de alpinistas experientes na montanha de Ben Nevis, com 1.345 metros. Sarah, que estava em hipotermia, estava de calções, manga curta e sapatilhas, tendo apenas consigo uma mala de mão e um pau de selfie. “Foi uma escalada ridícula”, comentou ao Guardian o grupo que a salvou.

A mulher, que costuma participar em corridas de cross country, não tem qualquer experiência de alpinismo mas, apesar disso, fez-se ao caminho no sábado, com condições climatéricas próprias do Inverno.

“Foi ridículo começar a subir a [montanha] com aquele vestuário. Uma irresponsabilidade que acabou por nos custar deixarmos o nosso próprio caminho para trás”, explicou John Stevenson, membro da Lochaber Mountain Rescue Team, um dos alpinistas que salvou Sarah Albone.

Sarah Albone

Sarah Albone

Segundo o caminhante, as temperaturas descem rapidamente até aos -15º naquela montanha. Por outro lado, trata-se de um local perigoso, tendo vários alpinistas – alguns experientes – morrido por lá já em 2016 – os dois últimos nesta semana.

As condições ventosas e o nevoeiro impediram a chegada de helicópteros ao local, pelo que Sarah teve de ser salva pela Lochaber Mountain Rescue Team.

No dia seguinte, num fórum de alpinistas, Sarah pediu desculpas. “Eu sou a idiota de que todos falam. Peço desculpa. A próxima coisa que farei é inscrever-me num curso de montanhismo”, explicou-se Sarah.

“Sabia que não estava preparada para chegar ao topo [da montanha] e, de facto, não o tencionava fazer. Mas depois pensei: ‘cheguei tão perto e não parece [que o tempo] está muito mau. Vou continuar’”, concluiu.

Fotos: Rob S / Richard P J Lambert / Robert Linsdell / rasilon / Derek Hatfield / Rick McCharles / Krondol / Andy Powell / Daryl Hoadley / Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores