A Cidade Interminável faz sentido?

A SURE Architecture desenvolveu um ambicioso e complexo projecto para acolher áreas residenciais, escritórios, lojas, entretenimento e lazer num único edifício. Apropriadamente denominado “Cidade Interminável”, o projecto foi desenhado para a realidade londrina, no Reino Unido.

O edifício consiste numa série de rampas que ligam diferentes secções da estrutura para criar uma cidade vertical e foi projectado para reduzir o impacto ambiental e aumentar a sustentabilidade através de alguns conceitos tecnológicos.

Quando construído, o projecto poderá ser um ecossistema completo e, em teoria, permitir a qualquer pessoa fazer a sua vida pessoal, profissional e de lazer sem sair desta estrutura.

De acordo com a SURE, o edifício irá poupar bastante espaço numa cidade densa como Londres – daí ter sido a capital britânica a primeira a ser pensada para este conceito.

Com mais de 300 metros de altura, a Cidade Interminável terá uma área de 165 mil metros quadrados e a sua forma maximiza a energia passiva e reduz a necessidade de luz artificial, arrefecimento e aquecimento. “O objectivo do design é conceber um edifício aberto que seja convidativo e um símbolo poderoso em todas as direcções”, explicou Alina Valcarce, directora da SURE.

O design do projecto não desmente a sua beleza, mas é improvável que ele seja implementado nos próximos anos. Ou décadas.

Deixar uma resposta