Clube de Produtores do Continente compra €217 milhões/ano aos seus membros

Todos os anos, o Clube de Produtores Continente (CPC) compra aos seus membros cerca de 136.000 toneladas de produtos, no valor de €217 milhões, explicou ontem a empresa, no decorrer da apresentação dos Prémios Clube de Produtores Continente.

“O Continente quer ter um papel-chave no desenvolvimento e sustentabilidade da produção nacional. Com estes prémios vamos fomentar o conhecimento, a inovação e a criação de valor no mercado”, explicou Eunice Silva, administradora da Sonae MC. “O apoio à produção nacional é fundamental para conseguirmos ter nas nossas lojas frescos de elevada qualidade e a preços competitivos para os nossos clientes”, conclui.

Desde 1998 que o Continente tem uma estrutura dedicada a apoiar os produtores nacionais. Hoje, o CPC reúne 234 membros, que representam mais de 4.000 produtores individuais e gera indirectamente mais de 12.000 postos de trabalho, distribuídos de Norte a Sul do país, Açores e Madeira.

“Fomos pioneiros, inovadores e assumimos com gosto e responsabilidade o papel que desempenhámos e que queremos continuar a desempenhar na mudança do panorama e dos paradigmas da agricultura e da agro-indústria em Portugal”, explicou  Eunice Silva na cooperativa Frutalvor, nas Caldas da Rainha, um dos membros fundadores do CPC e que reúne 25 produtores e 10 produtos da região.

“Queremos continuar a disponibilizar produtos nacionais de elevada qualidade e a preços competitivos. Para tal, os nossos parceiros na produção nacional são imprescindíveis. Com eles, criamos emprego, fomentamos o desenvolvimento regional e potenciamos projectos inovadores, ambiciosos e de indiscutível valor económico e social para o nosso país”, continuou.

Ao longo destes 18 anos de actividades, as compras do Continente aos produtores nacionais ultrapassam já os 2 milhões de toneladas e os €3.000 milhões. “São produtos portugueses, cujos produtores, membros do CPC, não abrem mão de critérios, requisitos, partilha de experiências e desenvolvimento de parcerias que permitem assegurar qualidade e segurança alimentar ao longo de toda a cadeia de valor”, revelou Eunice Silva.

Para reconhecer a inovação e excelência da produção nacional, o CPC lançou ontem três prémios – Inovação, Excelência e Ideias Férteis. Fique atento ao Green Savers para saber tudo sobre cada uma das categorias a concurso.

Deixar uma resposta

Patrocinadores