COP 21: à espera do novo esboço do Acordo de Paris

“ESTA MANHÃ, A COP21 ESTÁ EM SUSPENSO, À ESPERA DO NOVO TEXTO. Espera-se que o novo esboço do Acordo de Paris tenha menos opções em aberto e que fique já muito perto do que será o texto final. Bom ou mau acordo é o que está por avaliar.

Ontem foi dia do Ministro do Ambiente português, João Matos Fernandes, intervir em plenário no segmento ministerial, para dizer que “o sucesso em Paris será medido pelo grau de ambição que conseguirmos consagrar no Acordo” e para assegurar que “Portugal está totalmente empenhado com a profunda descarbonização da sua economia”.

Para o Ministro, e acreditamos que para a União Europeia, “na situação actual, o nível de ambição para 2030 ainda não é suficiente para nos manter abaixo dos 2ºC” de aquecimento global, o que significa que a COP21 deverá aprovar “um acordo firme que dê um sinal claro de que todos os países estão comprometidos com a descarbonização e com a adopção de opções de baixo carbono a um nível nacional, em linha com um objectivo global.” Nesta “viagem de longo curso”, Portugal pugnará por “um processo global de revisão a cada cinco anos”, que “reforce as contribuições nacionais”.

Entre outras iniciativas, as organizações de ambiente presentes no centro de conferências Le Bourget realizaram uma acção de rua, com o apoio de vários países, nomeadamente do grupo dos mais vulneráveis, para pedir mais acção climática. A iniciativa decorreu ao lado de uma réplica da Torre Eiffel, junto da qual havia dois caminhos desenhados no chão: um que leva 1,5ºC de aquecimento e outro a 3ºC.

Numa breve encenação, um activista representando os ministros aqui presentes entra no caminho dos 3ºC, enquanto outros gritavam “não!”. Outros participantes representavam alguns dos últimos pontos em aberto na mesa das negociações: ambição pré-2020, revisão de implementação pré-2020, revisão dos compromissos nacionais pré-2020, ciclos de revisão de 5 anos e o objectivo de longo prazo.

Ao final da tarde, já passava das sete da tarde de Paris, Laurent Fabius, Ministro francês dos negócios estrangeiros e Presidente da COP21, anunciou que uma versão “limpa” do Acordo de Paris, com menos opções em aberto, será apresentada esta quarta-feira à tarde, pelas 13h (12h, em Lisboa), na terceira sessão do Comité de Paris, mas neste momento a divulgação foi adiada as 15h (14h, de Lisboa). Vamos esperar para ver…”

João Branco e Ana Rita Antunes são dos dois representantes da Quercus no COP 21, que se realiza em Paris até ao final da semana. Acompanhe tudo sobre o evento no blog A Caminho de Paris. 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php