Falha entre Bangladesh, Índia e Myanmar pode causar sismo gigantesco

Existe uma falha gigantesca durante vários quilómetros debaixo de um sedimento do rio numa região entre Bangladesh, Índia e Myanmar, de acordo com um estudo publicado ontem, o que pode causar um sismo de magnitude entre os 8.2 e os 9.0. Um sismo com esta força, segundo o Inhabitat, poderá criar uma terrível tragédia nesta região densamente habitada.

A descoberta da falha tem levado vários investigadores a perceber como é que ela esteve tanto tempo escondida e como é que pode ser monitorizada, protegendo as pessoas que junto dela vivem.

“Não sabemos se será amanhã ou não vai acontecer nos próximos 500 anos”, explicou o co-autor do estudo, Michael Steckler, geofísico do Lamont-Doherty Earth Observatory (LDEO) da Universidade de Columbia, em Nova Iorque.

Steckler e os seus colegas descobriram a falha quando trabalhavam para mapear as placas tectónicas no Bangladesh, Índia e Myanmar. Trabalhando com especialistas da Universidade de Dhaka, no Bangladesh, a equipa utilizou GPS ultrassensível entre 2003 e 2014, para recolher dados que revelavam a existência desta falha.

Segundo os investigadores, cerca de 140 milhões de pessoas vivem nos 100 quilómetros por onde se espalha a falha, pelo que um eventual sismo traria uma situação dramática. Os resultados do estudo foram publicados esta semana no Nature Geoscience.

Deixar uma resposta