Impressionismo ou realidade?

Normalmente, a arte tende a imitar a realidade, mas por vezes acontece o contrário: a realidade apodera-se da arte para criar o seu mundo.

O fotógrafo russo Eduard Gordeev captou várias fotografias de São Petersburgo – reconhecidamente uma das mais belas cidades do mundo e, certamente, da Rússia – e da portuguesa Lisboa e utilizou a chuva para diluir as suas cores, transformando a imagem numa espécie de quadros a óleo impressionistas.

“Não há nada de sombrio nesta chuva, apenas puro romance russo”, avança o Bored Panda. E não poderíamos concordar mais nesta afirmação – sobretudo numa noite de fim-de-ano, ironicamente, bastante chuvosa em Portugal.

Deixar uma resposta