Obama vai criar fundo de €3,55 mil milhões para impulsionar as energias renováveis

O apoio da Administração de Barack Obama às energias alternativas ganhou um novo impulso esta semana com o anúncio de que a Casa Branca pretende investir €3,55 mil milhões para ajudar a gerar investimento de capital para as renováveis.

Além dos investimentos, será construído um novo edifício que ficará conhecido como o ‘Escritório das Transições Tecnológicas’ e que será um centro de informações sobre investimentos em energias limpas.

“Um dos grandes desafios é o buraco no financiamento das energias limpas. Existe uma necessidade continuada de novo investimento capital”, afirmou o secretário da Energia norte-americano, Ernest Moniz, durante a apresentação do novo fundo, cita o Inhabitat.  Porém, segundo explicou o secretário, a nova entidade a ser criada não fará decisões de investimento nem investirá directamente em projectos, irá apenas fornecer informações e potenciais investidores.

A criação do fundo e da nova entidade informativa fazem parte de um conjunto de medidas inseridas no Plano de Acções Climáticas de Obama, que conta com €13,3 mil milhões para modernizar as infra-estruturas energéticas do país, a redução de 40% das emissões por parte de todas as entidades federais e a redução de 30% da poluição proveniente das centrais energéticas.

Deixar uma resposta

Patrocinadores