Os pontos mais remotos de África

A bela África

África é um continente gigante e parte dela continua um mistério para a civilização ocidental. Há centenas de ilhas isoladas, rios inexplorados e paisagens deslumbrantes, e muitos destes territórios apenas podem ser acedidos por via aérea.

Foi isso que fez Joel Krahn, um fotógrafo canadiano que viajou por regiões isoladas do Quénia e Sudão à procura das comunidades remotas que por lá existem. As imagens foram conseguidas depois de Joel passar 25 horas “apertado” no lugar do co-piloto, a olhar pela janela.

“A paisagem africana é muito diferente das vistas que estou habituado no Canadá. E depois de voar durante horas e horas por cima daquele terreno não consigo perceber como alguém lá consegue viver”, explica Joel. “No entanto, muitas das vezes consegui ter provas de civilização: uma cabana, uma estrada ou uma terra arada”, continuou.

Joel trabalhou para o grupo missionário Africa Inland Mission e foi por essa altura que capturou estas imagens. “Este mundo é tão grande e por vezes apenas nos focamos em nós. Alargarmos a nossa visão do mundo pode impactar e enriquecer a nossa vida”.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php