Paris desliga as luzes durante a noite para poupar energia

A cidade das luzes está prestes a perder algum do seu brilho. Os comerciantes e proprietários de edifícios não residenciais de Paris são agora obrigados a desligar as luzes durante a noite, de modo a economizar energia.

O decreto de conservação de energia de França, aprovado pela primeira vez em Janeiro, entrou em vigor a 1 de Julho em todo o país e Paris será provavelmente o lugar que mais sentirá os seus efeitos. A capital é conhecida por manter as suas ruas e os seus monumentos iluminados durante a noite.

Prevê-se que a proibição de iluminação ajude a economizar €200 milhões (R$ 580 milhões) e 250 mil toneladas de CO2 por ano, de acordo com um comunicado do Ministério da Ecologia, Desenvolvimento Sustentável e Energia.

Assim, as lojas e os edifícios não residenciais terão de desligar todas as luzes interiores pela 1h da madrugada ou até uma hora após a saída do último funcionário do local. As luzes exteriores das fachadas também devem ser apagadas entre a 1h e as 7h.

Existem, porém, algumas excepções ao decreto. A Torre Eiffel continuará a ter as suas luzes nocturnas acesas, sem perturbações. Também será concedida imunidade da proibição a algumas áreas durante feriados e eventos culturais.

As multas para quem contrariar a proibição podem ir até €750 (R$ 2.176). As reincidências podem mesmo ser penalizadas com suspensão da electricidade.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php