Sérvia: casa construída em cima de rochedo escapa há 48 anos a inundações (com FOTOS)

A cabana anti-inundações

Em 1968, um grupo de rapazes construiu uma casa a partir da reutilização da madeira de uma cabana abandonada no Parque Nacional de Tara, em Bajina Basta, na Sérvia. No entanto, e em vez de construírem a infra-estrutura no conforto da terra firme, os jovens decidiram erguê-la no topo de um rochedo, no meio do rio Drina.

A decisão foi arrojada mas, na verdade, até compreensível. Passados 45 anos, a casa mantém-se de pé e ainda não foi deitada abaixo por nenhum dos elementos naturais extremos desta região, sobretudo ventos fortes, chuvas e as constantes inundações.

Segundo o Inhabitat, a madeira foi trazida por caiaque e barco – os pedaços maiores foram enviados pela margem e boiaram até à rocha. Durante quase cinco décadas de história, a casa serviu sobretudo para os amantes da natureza e do parque natural apanharem sol e gozarem da vista. Há ainda um pequeno quarto que pode ser utilizado pelos cidadãos.

Deixar uma resposta

Patrocinadores