A gordura acumulada na barriga representa uma ameaça à sua saúde, estando associada a um maior risco de doenças coronárias, hipertensão e diabetes, sendo importante a sua redução através da adopção de hábitos saudáveis.

A nutricionistas brasileiras Sonja Salles e Cintia Azeredo partilham como a Exame Brasil alguns truques para perder a barriga.

1.Queimar mais calorias do que as que consome

Para queimar gordura do abdómen ou de outra parte do corpo, é preciso ter um gasto energético maior do que o seu consumo. De acordo com Sonja Salles, “para perder peso, é necessária uma diminuição do valor calórico ingerido diariamente”.

A fórmula recomendada não é apenas ingerir poucas calorias, mas também seguir um programa alimentar rico em nutrientes, fibras e antioxidantes. O ideal é comer cinco porções diárias de frutas e vegetais ou então beber sumos naturais.

2.Corrigir a postura

“A postura errada faz com que a barriga pareça maior”, afirma Cintia Azeredo. Por isso, corrigir a postura é essencial. Actividades e exercícios, como pilates e ioga, ajudam a melhorar a postura e a manter a saúde.

3.Consumir alimentos ricos com fibras

“O aumento do consumo de fibras na dieta contribui para redução da barriga, já que as pessoas tendem a consumir menos gorduras e calorias”, afirma Cintia Azeredo, que juntamente com Sonja Salles, concorda que ingerir frutas, vegetais, aveia e alimentos integrais, por exemplo, ajuda a reduzir o excesso de gordura e a melhorar o funcionamento do intestino.

Opte por comer alimentos ricos em ómega-3, como sardinha, salmão, chia e linhaça, que também ajudam no processo de emagrecimento e, consequentemente, na perda da barriga.

4.Fazer exercício físico

Para perder peso e barriga, não basta praticar uma dieta equilibrada. Deve também fazer exercícios físicos aeróbicos e localizados, que queimam calorias e fortalecem os músculos do abdómen. “É importante procurar o acompanhamento de um profissional para melhores resultados”, sugere Cintia Azeredo.

5.Evitar consumir pão branco

O pão francês ou o pão de forma estão entre os alimentos que ajudam a aumentar a barriga. Apesar de parecerem inocentes, o seu principal ingrediente – a farinha refinada (branca) – é responsável pelo aumento de gordura, segundo Cintia Azeredo. Prefira os pães integrais.

6.Reduzir o açúcar da dieta

A nutricionista Cintia Azeredo afirma que o açúcar também é um ingrediente que causa o aumento do abdómen, já que provoca desequilíbrio da flora intestinal. Esse efeito reduz a presença de bactérias benéficas e aumenta a quantidade de micro-organismos maléficos, levando à distensão do abdómen e ao aumento do peso.

7.Combater o stress

Fazer aquilo que gosta e evitar uma rotina stressante está entre os hábitos sugeridos pela nutricionista Cintia para reduzir a gordura na barriga. Isso porque o stress ajuda a aumentar o peso, devido a reacções hormonais prejudiciais.

8.Evitar bebidas alcoólicas

Assim como o açúcar, as bebidas alcoólicas levam à distensão abdominal. Ao desequilibrar a flora bacteriana intestinal, este tipo de bebidas prejudica a manutenção do peso. Além disso, as bebidas podem contribuir para o aumento de peso devido ao elevado grau de calorias que contêm.

9.Reduzir consumo de alimentos ricos em sódio

Se deseja reduzir o volume da barriga, deve evitar comer enchidos e congelados. De acordo com Cintia Azeredo, esses e outros alimentos industrializados têm grande quantidade de sódio, além de serem ricos em gordura. “Isso faz com que ocorra retenção de líquidos, levando à sensação de inchaço na barriga”, afirma.

10.Dar preferência aos alimentos termogénicos

Os alimentos termogénicos são aliados no combate ao excesso de peso, já que aceleram o metabolismo e impulsionam a queima de calorias. A pimenta vermelha, canela, gengibre, chá verde e água gelada são alguns dos alimentos que figuram na lista dos termogénicos.

11.Reduzir consumo de fast-food

Se o intuito é perder a barriga ou afastar a probabilidade de ela aumentar, as comidas gordurosas, como salgados, empadões, queijos gordurosos, sanduíches, fritos e manteiga, devem ser evitados, de acordo com as nutricionistas. Além de dificultarem a acumulação de gordura no abdómen, este hábito previne problemas como o colesterol elevado e as doenças cardiovasculares.

12.Evitar beber refrigerantes

Os refrigerantes contêm grande quantidade de açúcar e possuem gás, que também ajuda a inchar a barriga, dando a impressão de estar maior.

13.Controlar consumo de alimentos que causam dor abdominal

Apesar de nutritivos, há alimentos que podem causar dor abdominal, segundo Cintia Azeredo. Repolho, brócolos, couve-flor, couve e feijões são alguns exemplos de alimentos que provocam a acumulação excessiva de gases no tubo digestivo e originam uma sensação desagradável de inchaço abdominal.

Foto: via Creative Commons

Deixar uma resposta