União Europeia vai doar 2 milhões para projectos de biodiversidade fora do continente europeu

A Comissão Europeia (CE) anunciou ontem que vai destinar dois milhões de euros para projectos de ajuda à conservação e utilização sustentável da biodiversidade em territórios fora do continente europeu.

De acordo com o site da CE, o programa BEST vai financiar projectos-piloto em regiões que alberguem uma biodiversidade excepcional e mais espécies endémicas do que todo o território continental na União Europeia.

“O regime BEST aumentará as verbas disponíveis para proteger a biodiversidade e fomentar a utilização sustentável dos serviços ecossistémicos nas regiões ultraperiféricas e nos Países e territórios ultramarinos, tendo em vista a conciliação das necessidades de desenvolvimento com as exigências ambientais dessas regiões”, explica a CE em comunicado.

O financiamento apoiará a gestão de áreas protegidas e a restauração de ecossistemas degradados, fomentando “soluções naturais para lutar contra as alterações climáticas, incluindo a restauração dos mangais e protecção dos recifes de coral”.

A apresentação de propostas de projectos de financiamento está marcada para Maio, sendo que os projectos terão de chamar a atenção para o regime e prepararão o terreno para uma estrutura administrativa, na perspectiva de apoios a mais longo prazo.

Este regime incentivará parcerias entre as administrações locais, sociedade civil, investigadores, os proprietários das terras e o sector privado.

As regiões em causa estão localizadas a diversas latitudes “dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico” e albergam uma “biodiversidade excepcional”.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php