O escultor das alterações climáticas

As alterações climáticas e os males do capitalismo são muitas vezes considerados como as duas maiores ameaças do mundo moderno. Mas muitas pessoas aparentam ter problemas em visualizar tais ameaças. Para elucidar melhor a população para estes problemas, Isaac Cordal oferece uma nova perspectiva sobre estas questões através das suas séries provocativas de pequenas esculturas que desafiam a sociedade.

Cuidadosamente organizadas, sem necessidade de exposição, estas pequenas esculturas estão organizadas em diversas séries e constituem-se como uma forma de arte de rua. Uma destas séries é “Waiting for Climate Change” (“À espera das alterações climáticas”), onde o artista criou várias instalações efémeras e parcialmente submersas para chamar à atenção para a subida o nível da água do mar. As pequenas esculturas relatam cenários apocalípticos das consequências da inacção e apatia perante as questões ambientais. Os cenários são também uma metáfora para o afundar da sociedade.

Para retratar o cepticismo sobre a autoridade, Cordal normalmente cria as suas pequenas figuras sob a forma de políticos e empresários em situações desagradáveis criadas por eles próprios. Em “Follow the Leaders” (“Seguir os Líderes”), uma outra série, o artista adverte o público para os perigos de seguir as vontades dos ricos e perigosos. À semelhança de pequenos clones, as figuras idênticas assemelham-se a homens de negócios e políticos de meia-idade. Esta instalação é uma alusão ao colapso do capitalismo, retratando o que poderia acontecer aos arranha-céus e aos homens de pasta e gravata assim que o sistema financeiro desaparecesse.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta