Poderá a doença de Parkinson ter origem nos intestinos?

investigacao

Um conjunto de estranhas coincidências entre doentes de Parkinson levantou a suspeita e levou um grupo de cientistas a investigar o que os ligava. A conclusão agora conhecida avança que a doença de Parkinson poderá ter inicio nos intestinos, migrando mais tarde para o cérebro dos doentes.

Um estranho elo ligava vários doentes de Parkinson: vários pacientes queixavam-se de obstipação e outros problemas intestinais, com querelas a surgir em muitos casos cerca de uma década dos primeiros sintomas de Parkinson. Estudos anteriormente conhecidos já indicavam que o sistema digestivo dos que padecem desta doença apresenta um conjunto de bactérias diferentes dos intestinos das pessoas saudáveis.

Feito por cientistas da Universidade da California CalTech, o estudo agora divulgado vem mostrar que há um conjunto de toxinas que surge tanto nos intestinos como no cérebro dos doentes. Os investigadores conseguir descobrir a “ligação biológica entre o microbioma – comunidade de microorganismos que colonizam diversas partes do organismo – dos intestinos e a doença de Parkinson”, explica Sarkis Mazmanian, autor deste estudo. A investigação vem assim revelar que a doença neurodegenerativa Parkinson pode ter origem nos intestinos e não no cérebro, como se julgava até agora.

Foto: GE Brasil / Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php