Novo cargueiro marítimo é autónomo e de emissões zero



O transporte marítimo está prestes a dar um grande passo, que irá contribuir para um futuro mais sustentável no setor. A DB Schenker acaba de anunciar a sua mais recente solução inovadora, um cargueiro autónomo e totalmente elétrico de curta distância.

O projeto está a desenvolvido pela DB Schenker, em colaboração com o gigante do mobiliário Ekornes, o designer de navios Naval Dynamics, a KONGSBERG e a Massterly. Com 50 metros de comprimento e capacidade para transportar 300 toneladas de peso bruto, o navio foi concebido desde a quilha para funcionar de forma autónoma e com emissões zero, sendo monitorizado e controlado pelo pessoal do Centro de Operações Remotas (ROC) da Massterly, cuja equipa inclui navegadores e engenheiros navais certificados.

O cargueiro irá operar entre o porto de Ekornes, Ikornnes, e o porto de Ålesund, que serve os principais portos de carga marítima da Europa, substituindo assim os tradicionais navios de carga utilizados na Noruega. A ideia é que este complete uma viagem de 43 quilómetros (23 NM) em três horas, a uma velocidade de 7,7 nós – cerca de 14 km/hora.

“Este projeto único marca mais um passo importante em direção de cadeias de abastecimento mais ecológicas, e também se enquadra perfeitamente na nossa agenda de sustentabilidade no transporte marítimo, onde estamos a assumir uma liderança ambiciosa graças aos nossos parceiros”, afirma Knut Eriksmoen, Diretor Geral da DB Schenker na Noruega.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.