5 dicas para ser sustentável num festival de verão



A pandemia da COVID-19 veio abrandar e, em alguns casos, colocar mesmo em pausa as festas e festivais um pouco por todo o país. Numa época em que as festividades voltam a fazer parte da agenda, e em que o conceito da sustentabilidade está tão presente no nosso dia a dia, torna-se imperativo criar novos hábitos alinhados com o bem-estar ambiental – seja dos próprios indivíduos, seja das entidades que organizam os eventos.

O Côa Summer Fest, festival de verão realizado na região de Vila Nova de Foz Côa, sugere cinco dicas amigas do ambiente para que os festivaleiros sejam mais sustentáveis nesta temporada:

Optar por se deslocar de forma “eco-consciente”
A forma como nos deslocamos até ao festival pode ser o primeiro passo para uma experiência sustentável. Este é um dos maiores problemas associados à pegada de carbono e por essa razão são vários os festivaleiros que programam as próprias viagens de transportes públicos. Ainda assim, se tiver de ir de carro, descubra se os amigos de amigos têm espaço nas suas viaturas;

Evitar embalagens descartáveis
Uma das medidas que a maioria dos festivais está a adotar são os copos recicláveis e o melhor será fazer bom uso desta ação sustentável e recarregá-la ao longo do dia. Contudo, no caso de preferir refrescar-se com água, o melhor será evitar o cenário de centenas de garrafas deixadas no chão e fazer-se acompanhar de uma garrafa de água recarregável. Esta é uma solução ecofriendly e bem mais económica, que não deixa a missão sustentável apenas para a organização do festival;

 Glitter? Se a resposta for sim, ser consciente na escolha
O glitter é a tendência da maquilhagem dos festivaleiros, mas saiba que a escolha dos brilhantes pode ter um impacto negativo no meio ambiente. A grande maioria do glitter é feito de plástico e até aquele que é biodegradável pode causar os mesmos danos ecológicos. No entanto, há algumas marcas que estão a produzir glitter à base de celulose, que proporcionam um brilho mais seguro e sustentável, e esta é a escolha mais consciente para um festival;

Na hora de regressar a casa, não deixar nada para trás
Muitos dos festivaleiros aproveitam a experiência na sua plenitude e desfrutam do parque de campismo disponibilizado. Depois da estadia de alguns dias, é importante que qualquer pessoa reúna tudo o que trouxe consigo e o que foi acumulando. Não deixar nada para trás, tendas incluídas, e contribuir para uma experiência ainda mais sustentável, através da recolha do lixo da sua zona de campismo, é a garantia para um festival eco-friendly;

Ser sustentável… Num festival sustentável
Para que esta missão seja concretizada com sucesso há que ser eco-friendly desde o momento em que se opta pela ida a um festival. Faça uma pesquisa sobre as ações que o seu evento preferido pratica, quais são as suas prioridades ecológicas e que condições são disponibilizadas no recinto. Se quer ser sustentável no recinto, garanta que a sustentabilidade é uma das prioridades desse festival e que o esforço e compromisso são coletivos.

Como defende Daniela Bata, membro da organização do Côa Summer Fest,“é cada vez mais importante que estes eventos não se destaquem apenas pelos artistas que sobem ao palco. O público valoriza a experiência na sua totalidade, as ações dinamizadas e os valores transmitidos, e a sustentabilidade é uma das questões mais gritantes”.

O Côa Summer Fest é um festival dinamizado no interior do país, em Vila Nova de Foz Côa, desde 2011. Este ano vai decorrer de 4 a 6 de agosto.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.