8 números sobre o sector britânico da reciclagem

Há cada vez mais consumidores a reciclar no Reino Unido – como, aliás, no resto da Europa – com a taxa de separação de resíduos a chegar aos 45%, em Inglaterra, de Setembro de 2013 ao até Setembro de 2014. E embora determinadas áreas tenham números ainda mais interessantes para mostrar – País de Gales, por exemplo – ainda há uma franja importante da população com várias dúvidas sobre este comportamento social.

Na preparação para a Semana da Reciclagem britânica, que decorre até 28 de Junho, o site Edie publicou alguns números sobre a indústria da reciclagem daquele país e os comportamentos e conhecimentos da população no que toca à separação de resíduos.

Os resultados não são propriamente positivos: um terço dos britânicos não sabe o que pode e não pode ser reciclado; e os jovens reciclam menos que a população maior que 55 anos. Também a indústria sai mal do estudo do Institute of Environmental Management and Assessment, uma vez que, ainda que vários profissionais acreditem na ideia de uma economia circular, cerca de 88% acredita que o sector não está a fazer o suficiente para alcançar este objectivo.

COMO ESTÁ A RECICLAGEM NO REINO UNIDO?

30% dos consumidores ainda estão confusos sobre o que podem e não podem reciclar

52% dos jovens entre os 18-25 anos confessam que tentam reciclar tudo o que podem

Um jornal reentra no quiosque sete dias após ter sido reciclado

45% foi a taxa de reciclagem da Inglaterra entre Setembro de 2013 e 2014

O objectivo de reciclagem do País de Gales para 2014/2015 é de 58%

A economia circular britânica pode criar 200.000 empregos

11 milhões de toneladas de carbono/ano podem ser evitadas pela economia circular na Escócia

88% dos profissionais acredita que a indústria da reciclagem não percebe a economia circular

Este artigo faz parte de um trabalho especial sobre Resíduos, publicado durante o mês de Junho e promovido pela Sociedade Ponto Verde. Todas as sugestões de temas podem ser enviadas para info@greensavers.pt. Siga a SPV no Facebook, YouTube, Pinterest ou Linkedin e assine a sua newsletter.

Deixar uma resposta

Patrocinadores