HEroic Food

O projecto nasceu em 2015 e está a dar frutos. Lançado por uma mulher que teve visão para descobrir um match entre veteranos de guerra e agricultores, tem as portas abertas no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Chama-se Heroic Food.

O próprio nome do projecto é chamativo para quem teve uma vida militar. Leora Barish, a sua mentora, inspirou-se em duas frentes de guerra para o lançar: o destino a dar aos veteranos que não se adaptam à vida civil e o futuro ameaçado da agricultura nos EUA.

Leora somou dois mais dois e percebeu que o que falta à agricultura – mão-de-obra disponível, resiliente e com espírito de missão – sobra entre os veteranos de guerra desempregados. Em 2015 lançou o Heroic Food como uma escola onde conhecimentos técnicos de agricultura são oferecidos aos veteranos que quiserem apostar em projectos nesta área.

Com estas habilitações, gente que desenvolveu espírito de sacrifício, disciplina e resiliência, características essenciais a qualquer pessoa que queira dedicar a vida à agricultura, estará pronta para uma vida suficientemente desafiante para constituir uma alternativa válida à vida militar.

Ao mesmo tempo que oferece aos veteranos uma alternativa de vida, Leora sabe que responde a um dos problemas mais graves da agricultura norte-americana: os EUA têm seis vezes mais agricultores com idade superior a 65 anos do que fazendeiros com menos de 34.

Foto: Heroic Food