A estrela do mar devoradora de corais

Com um diâmetro de 25 a 35 centímetros, pode ter entre oito a 21 braços cobertos por longos e venenosos espinhos. A sua cor varia entre o vermelho, o laranja e o púrpura. É um animal carnívoro que se alimenta de corais, pequenos invertebrados e animais mortos.

A estrela-do-mar-coroa-de-espinhos é uma voraz predadora de corais, e tem ganho uma má fama devido ao impacto devastador que provoca nos ecossistemas de recifes de coral, onde um adulto pode arrasar 478 centímetros quadrados de coral por dia.

Cresce naturalmente nos recifes de coral em toda a região do Indo-Pacífico e preferem áreas abrigadas em lagoas e águas mais profundas ao longo das frentes do recife. Movem-se usando o grande número de pequenos pés tubulares por baixo dos seus braços.

É também uma das grandes ameaças da Grande Barreira de Coral – devora os já muito ameaçados corais a um ritmo perigoso. Património Mundial da UNESCO desde 1981, a Grande Barreira de Coral que se estende por 345 mil km2 ao longo da costa australiana constitui o maior conjunto de corais do mundo, com 2.500 recifes individuais que albergam corais únicos, 1.500 espécies de peixe e milhares de tipos de moluscos.

Começou a deteriorar-se na década de 1990 devido ao duplo impacto do aquecimento da água do mar e do aumento do grau de acidez por causa de uma presença maior de dióxido de carbono na atmosfera.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...