A tecnologia de vídeo como ferramenta para a evolução da mobilidade urbana



Por Ricardo Pereira, Sales Manager Axis Communications em Portugal

Embora a pandemia tenha motivado um breve êxodo das cidades, os dados sugerem que as pessoas estão a voltar aos centros urbanos e que, até 2050 a população urbana duplicará face aos números atuais. A conveniência da vida urbana é importante, mas as autoridades municipais precisam trabalhar arduamente para responder às novas e exigentes expetativas de uma cidade sustentável e com elevada população.

A mobilidade é uma parte fundamental dessa qualidade de vida. Os residentes urbanos querem deslocar-se confortavelmente e em segurança no menor tempo possível.  É importante assinalar que as opções de mobilidade urbana também estão a mudar. Por exemplo, a utilização de bicicletas aumentou em todo o mundo e as trotinetes estão a tornar-se numa alternativa comum de transporte para o “last mile”. Responder a estes desafios obriga a um elevado padrão de planeamento urbano, bem como gestão de tráfego e multidões. A tecnologia – em particular, os sistemas de vigilância – desempenha um papel crítico no apoio à segurança, eficiência e planeamento futuro, isto também suportará o alcance de vários objetivos de sustentabilidade, por exemplo, métricas relativas à qualidade do ar e poluição sonora.

Garantir o fluxo de residentes e visitantes

Um dos fatores mais importantes que contribuem para uma boa experiência na cidade é a forma como nos deslocamos do ponto A para o ponto B, seja esse percurso realizado a pé, de bicicleta, trotinete ou veículo motorizado. O trânsito que apanhamos, congestionamentos pode afetar a forma como passamos o resto do dia, o tempo que demoramos, etc.

A tecnologia de vídeo em rede pode ser utilizada em tempo real para assegurar que o trânsito circule livremente pela cidade e minimizar o congestionamento. A gestão dos cruzamentos e o controlo dos semáforos é uma parte crítica deste processo. As câmaras de vigilância equipadas com software inteligente podem ser integradas com semáforos para contar e compreender melhor o fluxo de peões, ciclistas e veículos através do cruzamento. As estatísticas de tráfego são utilizadas em tempo real para operar e otimizar o controlador de tráfego nos cruzamentos para os mais ótimos e seguros ciclos de semáforos.

Outro elemento que afeta o fluxo do tráfego é a gestão eficaz do estacionamento. Sabia que a maioria dos congestionamentos na cidade é causada por condutores à procura de estacionamento disponível? As soluções de câmaras em rede podem ser utilizadas para monitorizar estacionamentos gratuitos e fornecer informações a aplicações de navegação ou sinalização digital para ajudar os motoristas a encontrar lugares de estacionamento. É possível obter mais eficiências dentro das áreas de estacionamento através da implementação de automatização. Com o reconhecimento de matrículas, é possível tornar o acesso aos lugares de estacionamento de forma simples e o pagamento automatizado, melhorando assim também a experiência do condutor e o fluxo de veículos.

Assegurar a segurança no trânsito

Com muitas pessoas e veículos em constante movimento, ruas e cruzamentos podem tornar-se nas áreas mais “perigosas” das cidades. Os incidentes podem acontecer, apesar de toda a atenção e cuidado.

Para minimizar o efeito e o risco de segurança dos incidentes, cada segundo conta para que os operadores de tráfego e os serviços de emergência compreendam a situação e voltem a pôr o trânsito em movimento, garantindo ao mesmo tempo a segurança e os cuidados para as pessoas envolvidas no incidente. As soluções de câmaras de rede podem ser utilizadas como detetores automáticos de incidentes, identificando problemas em segundos para apoiar operações com dados de tráfego acionáveis em tempo real. Filmagens de vídeo de alta qualidade podem ser utilizadas para a perceção da situação e para a tomada de medidas adequadas. O vídeo pode também tornar-se prova em investigações forenses para evitar futuros incidentes. Diariamente, o tráfego urbano é exposto a violações tais como não respeitar o semáforo vermelho, condução em contra-mão, excesso de velocidade, ou estacionamento incorreto. Mesmo que muitas das infrações diárias possam parecer pequenas, elas podem ser extremamente perigosas. Com recursos e tráfego limitados em todo o lado, pode ser difícil e demorado prevenir e agir contra essas infrações.

As câmaras de rede, juntamente com as análises internas, podem detetar uma vasta gama de violações. Juntamente com o reconhecimento de matrículas, o sistema pode desencadear multas ou avisos automaticamente para medidas de segurança mais eficientes.

Planear o futuro em mudança com perspetivas fiáveis

As cidades em rápido crescimento estão a criar desafios aos gestores urbanos para responderem às novas tendências e exigências de mobilidade com problemas como o aumento do tempo de viagem, poluição atmosférica e sonora, e incidentes. A infraestrutura de tráfego e mobilidade tornou-se assim um problema fundamental e complexo para cada município. Ao planear infraestruturas futuras, é fundamental compreender a situação atual, a fim de melhorar e estabelecer prioridades.

As câmaras de rede com funcionalidades de deep learning podem ser utilizadas como sensores para recolher e processar dados fiáveis. As câmaras com análise interna podem classificar e contar pessoas, veículos e objetos. Podem também recolher dados sobre como as pessoas e a carga circulam pela cidade e compreender como o tráfego flui em diferentes locais e horas do dia.

Estes conhecimentos também ajudam a reconhecer áreas inseguras, tais como locais com uma elevada taxa de incidentes ou quase acidentes. Utilizando esta informação, podem ser introduzidas precauções de segurança adicionais para melhorar a segurança. Também pode utilizar estes dados para informar modelos analíticos avançados, tais como gémeos digitais onde se pode testar o impacto de diferentes cenários, por exemplo, obras nas estradas previamente planeadas. Uma vez com esta informação, pode efetivamente planear alterações que melhorem a segurança, aliviar o congestionamento e apoiar a mudança de modos de transporte.

Tecnologia evolui com a cidade

As cidades vão continuar a sofrer rápidas mudanças à medida que as populações urbanas crescem, especialmente no que diz respeito à gestão dos transportes. A mobilidade em torno da cidade está em constante evolução à medida que os residentes e visitantes não só navegam pela paisagem urbana como introduzem novos tipos de veículos para melhorar os seus próprios meios de transporte, de fruição e de impacto ambiental. Só se pode adaptar a estas necessidades em mudança se estiver equipado com informação e conhecimentos fiáveis.

Além disso, o crescimento urbano significa que se deve dar prioridade aos objectivos globais de sustentabilidade e implementar o tipo de infraestruturas que o apoiam. Por exemplo, se os seus conhecimentos revelarem e aumentarem o número de veículos eléctricos, então, justifica-se também o investimento em pontos de carregamento adicionais. A utilização inteligente da tecnologia permitir-lhe-á acompanhar as necessidades da população da cidade e planear eficazmente mudanças futuras.



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.